PRODUTOS

LAPIDOLITH®

Líquido endurecedor de superfície e anti pó para concreto.
Aplicações do produto: 
• Pisos novos como promotor de aumento da dureza superficial • Pisos velhos que estejam soltando pó • Pavimentos e pisos de concreto em indústrias, escolas, armazéns, hospitais, centros de distribuição, frigoríficos, indústria de bebidas, • Oficinas, garagens, hangar de aviões etc.; • Edifícios utilitários, públicos e residenciais; • Sobre revestimentos de pisos tipo terrazzo; • Pisos monolíticos ou revestimentos de camada dupla em pisos de granilite, concreto novo e antigo.

 

Propriedades e Benefícios
LAPIDOLITH® confere ao concreto as seguintes qualidades especiais:

Estado Fresco

Estado Endurecido

-100% reativo com a cal livre de concreto;

- Reforça e endurece os pisos porosos, de rápida absorção e de dureza moderada;
- Une firmemente as partículas de cimento, areia e agregados;
- Os pisos desempenados (com acabadora mecânica) tratados com LAPIDOLITH® apresentam, por efeito do tráfego sobre eles, um acabamento polido notável;
- Compatível com a maioria dos adesivos resilientes.
- Ideal para superfícies de concreto envelhecidas;
- Produz uma superfície respirável e compacta aumentando a resistência à abrasão em torno de 20 a 30%;
- Melhora a resistência à maioria dos ácidos, álcalis, produtos químicos orgânicos e inorgânicos, óleos e graxas;
-Dificulta a penetração superficial de pó, óleo, graxa e outros agentes manchadores;
- Reduz custos de limpeza e manutenção;
- Entre todos os líquidos endurecedores, LAPIDOLITH®é o que melhor desempenho apresenta  quanto à melhoria de resistência a abrasão

Modo de Utilização / Aplicação
PREPARO DA SUPERFÍCIE:
A superfície deverá estar limpa, seca, isenta de qualquer partícula de pó, óleo, graxa, selantes, composto de cura e desmoldantes e qualquer outro material estranho ou carbonatação.

Para concreto novo é recomendado que a superfície esteja totalmente seca e curada por no mínimo 10 dias. Os melhores resultados são obtidos com a cura contínua durante 28 dias.

APLICAÇÃO
O LAPIDOLITH® pode ser aplicado com rolo, pulverizador, trincha ou rodo. Distribua-o uniformemente e enxugue o excesso de solução ou poças formadas. A efervescência indica que o produto está penetrando no concreto. Geralmente são necessárias duas aplicações de LAPIDOLITH sobre pisos de concreto e granilite (terrazzo). Pisos acabados com desempenadeira de madeira, superfície escovada (broom-finished) ou porosa podem requerer uma terceira aplicação, feita de maneira enérgica (full strength).


SUBSTRATO DE CONCRETO: Após a primeira aplicação, deixar o piso secar até não mais estar visivelmente úmido. Se houver formação de cristais durante a segunda aplicação, o aplicador deverá enxaguar a superfície com água limpa, e de preferência quente, em abundância. Ao mesmo tempo, o piso deverá ser rapidamente escovado com uma escova de cerdas duras. O excesso de água poderá então ser retirado (puxado com rodo) e a superfície deixada secar.

SUBSTRATO DE CONCRETO POLIDO: Para obter uma superfície polida fazer 3 aplicações de LAPIDOLITH®. A primeira diluída em água, sendo 4 parte de água para 1 de LAPIDOLITH, a segunda 3 para 1 e a terceira 2 para 1. Fazer cada aplicação com 4,9 a 7,35 m2/l. Quando a última aplicação estiver secando, esperar até constatar aparência uniforme de cristais brancos. Saturar o piso com água limpa e polir com uma politriz comercial usando o disco 3M Black Pad ou abrasivo similar. Continue a polir o piso até que este atinja um brilho tipo pátina ou polido e que tenha desaparecida a brancura.

OBSERVAÇÕES: As recomendações acima se referem a pisos compactos e acabados com acabadora mecânica. Concreto mais antigo ou mais poroso pode requerer menos diluição ou um consumo menor, ou mais que 3 aplicações.
Ambientes eventualmente úmidos ou oleosos ficarão mais escorregadios com este tratamento superficial.

SUBSTRATO DE GRANILITE: A primeira aplicação não deve ser deixada secar. Enquanto a superfície ainda estiver úmida, enxaguá-la bem com água limpa e quente em abundância e deixá-la secar até que não mais se apresente visualmente úmida. Para a segunda aplicação, seguir os mesmos procedimentos, porém enxugar a água de lavagem em excesso e deixar a superfície secar.

O desenvolvimento de cristais brancos após a primeira ou segunda aplicação significa que foi usada uma mistura muito rica ou que a superfície atingiu dureza máxima. Se isto ocorrer, as aplicações deverão ser interrompidas e a superfície enxaguada com água limpa e quente, escovadas com uma escova de cerdas rígidas e deixada secar. Se ainda ficar qualquer vestígio de aplicação, a diluição poderá ser aumentada, a fim de evitar maiores problemas. Caso surjam problemas de cristais brancos, consultar o departamento técnico da BASF.

LIMPEZA
As ferramentas e materiais utilizados devem ser limpos com solvente imediatamente após o uso. Após a cura o material somente será removido mecanicamente.

Para maiores dúvidas consultar o manual de aplicação do LAPIDOLITH.



Obs: Para maiores detalhes de aplicação, consultar Manual de Procedimentos Básicos para Reparação de Concreto no Departamento Técnico da BASF CC.


Consumo / Rendimento Aproximado

 

Tipo de superfície

Rendimento 
(m²/L )

n° de
aplicações

Diluição
( Água : Lapidol.)

Relação de proporção

Pisos levemente ou moderadamente Desempenados

2,5

2

1:1 na primeira
1:2 na segunda

1,17

Pisos de alta solicitação mecânica ou bem desempenados

Entre 2,5 e
7,5

2

3:1 na primeira
1:2 na segunda

0,92

Pisos de acabamento rústico.

2,5

2

1:1 na primeira
1:2 na segunda

1,17

Granilite

7,5

2

3:1 em cada

0,50

Concreto polido

Entre 5,0 e 7,5

3

4:1 na primeira
3:1 na segunda
2:1 na terceira

0,78

Para se estimar o consumo de LAPIDOLITH® por m² deve-se dividir a área do piso pelo rendimento constante na tabela acima. O valor obtido deve ser multiplicado pela relação de proporção também constante.


Dados Técnicos

 

Função

Endurecedor de superfície de concreto.

Base Química

Flúorsilicato de magnésio

Aspecto

Líquido

Cor

Incolor

Teste

Método BASF

Especificação

Unidade

Densidade

Resistência à abrasão (30 minutos)
Concreto sem tratamento
Concreto tratado com LAPIDOLITH

Resistência à abrasão (60 minutos)
Concreto sem tratamento
Concreto tratado com LAPIDOLITH

TM 578B

ASTM C 779

 

ASTM C 779

1,115 a 1,163

 

0,7
0,06

1,1
0,27

g/cm3

 

mm
mm

mm
mm




Embalagem e Armazenagem
 

Embalagem

Balde com 25 kg e tambores com 208 kg

Validade

Validade de 12 meses a partir da data de fabricação, quando respeitadas as condições de armazenagem

Armazenagem

Manter as embalagens fechadas em local coberto, ventilado, seco, longe das intempéries, fontes de calor, alimentos e bebidas. Evitar contato com ácidos e outros oxidantes. Armazenar longe do alcance de crianças.




Transporte e Segurança:
 

Transporte

É classificado como transporte perigoso.

Manuseio

Utilizar EPI’s adequados: luvas e botas impermeáveis, óculos se segurança química. Evitar contato com a pele e olhos; o contato prolongado com a pele pode causar dermatites. Não beber, comer ou fumar durante o manuseio; lavar as mãos antes de uma pausa ou depois do trabalho.

Fogo

Produto corrosivo, não explosivo.

Toxidade

Produto não considerado tóxico, porém impróprio para o consumo humano.

Segurança

Para mais detalhes, consultar nossa Ficha de Segurança.




Informações Adicionais
MANUTENÇÃO
Recomenda-se a varredura e lavagem de rotina do piso com produtos de limpeza e detergentes neutros convencionais para uma máxima vida útil do piso. Remover toda partícula de abrasivo e limpar os derramamentos de produtos corrosivos tão logo quanto possível.

PARA UM MELHOR DESEMPENHO:
• Não aplicar LAPIDOLITH® em pisos que foram previamente selados ou tratados com compostos de cura e desmoldantes, a menos que tais produtos tenham sido química ou mecanicamente removidos.

• LAPIDOLITH® pode ser usado em exteriores; se a superfície tiver sido acabada com acabadora mecânica, a superfície poderá ficar polida com o tráfego e tornar-se escorregadia.

• Não usar o LAPIDOLITH® com concreto, argamassa ou granilite de consistência plástica.

• Não aplicar o produto sobre concreto não curado; o concreto deverá ter recebido cura úmida adequada.

• O LAPIDOLITH® não recupera superfícies com ninhos de concretagem ou estruturalmente ruins.

• Não deixar o LAPIDOLITH® secar em pisos tipo granilite, exceto conforme indicado nas instruções de aplicação.

• Caso a mistura do LAPIDOLITH® seja feita em qualquer recipiente que não o original, usar um balde plástico.

O aplicador não deverá deixar o LAPIDOLITH® entrar em contato com vidro, tecido, metal ou superfícies pintadas. Limpar imediatamente as superfícies contaminadas com um pano limpo umedecido em água, e então completar a limpeza com um segundo pano limpo e seco.
Especificar a cura úmida do concreto; quaisquer produtos de cura ou selantes deverão ser removidos antes da aplicação do LAPIDOLITH®.

Quando for necessária a aplicação de um composto de cura sobre o concreto recém-lançado, usar um produto não formador de filme como o KURE-N-HARDEN™. Nenhum outro tipo de composto de cura deverá ser usado com o LAPIDOLITH®. O KURE-N-HARDEN™ não apenas cura, mas também endurece o concreto até certo ponto, consequentemente, será suficiente algo menos que as 2 aplicações recomendadas do LAPIDOLITH® para endurecer suficientemente o concreto. Consultar a seção Aplicação para determinar o número apropriado de aplicações.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Recomendado para uso em todas as classes de pisos de concreto, conforme a Tabela 1.1 do ACI/Standard 302.1R-89.

RESISTÊNCIA QUÍMICA
A BASF recomenda o uso de endurecedores superficiais à base de fluossilicato de magnésio ou zinco para aumentar a resistência do concreto ao ataque dos seguintes produtos químicos:

• Ácido Carbônico,
• Sulfato de Alumínio,
• Cloreto de Amônio,
• Hidróxido de Bário,
• Gordura Animal,
• Hidróxido de Cálcio,
• Nitrato de Cálcio,
• Óleo de Ricino,
• Óleos de Alcatrão de Hulha,
• Óleo de Semente de Algodão,
• Creosoto,
• Cresol,
• Cloreto Férrico,
• Óleo de Peixe,
• Suco de Fruta,
• Glucose,
• Glicerina,
• Sulfeto de Hidrogênio,
• Iodo,
• Ácido Lático, 5% & 25%,
• Soluções de Refino de Chumbo, 10%,
• Óleo de Linhito,
• Óleo de Linhaça,
• Óleo de Máquina,
• Cloreto de Magnésio,
• Esterco,
• Mosto em fermentação,
• Água Residual de mineração,
• Óleo Mineral,
• Melaço,
• Óleo de Mostarda,
• Sulfato de Níquel,
• Sulfato de Magnésio,
• Ácido Oléico, 100%,
• Óleo de Oliva,
• Parafina, Fenol, 5% & 15-25%,
• Ácido Fosfórico, 85%,
• Água de banho para decapagem,
• Óleo de Semente de Papoula,
• Sulfato de Potássio e Alumínio, 10%,
• Carbonato de Potássio,
• Cloreto de Potássio,
• Dicromato de Potássio,
• Sulfado de Potássio,
• Nitrato de Potássio,
• Persulfato de Potássio,
• Óleo de Colza,
• Colofônia (Resina),
• Água do Mar,
• Carbonato de Sódio,
• Silagem,
• Brometo de Sódio,
• Carbonato de Sódio,
• Cloreto de Sódio,
• Dicromato de Sódio,
• Nitrito de Sódio,
• Sultato de Sódio, 10%,
• Sulfito de Sódio,
• Tiossulfato de Sódio,
• Óleo de Soja,
• Açúcar,
• Solução de Sulfito,
• Sebo e Óleo de Sebo,
• Ácido Tânico,
• Solução de Tanino 10%,
• Tabaco,
• Óleo de Nogueira,
• Cloreto de Zinco,
• Sulfato de Zinco.